logo
Latest Posts
Top
Cidade do Cabo

Cidade do Cabo

A Cidade do Cabo é multifacetada, e os primeiros minutos em seu entorno podem ser vividos a bordo do Blue Train

Cidade do Cabo

O continente africano como um todo é uma experiência impactante para todos os viajantes que desejam compreender a importância do sistema democrático, bem como, mergulhar na história de figuras como o líder Nelson Mandela. Uma boa porta de entrada para ter um pouco de todos esses panoramas é Cape Town – a Cidade do Cabo, capital legislativa da África do Sul, um destino intrigante que consegue mesclar ingredientes atraentes que vão desde praias de beleza retumbante até vinícolas de apreço internacional. Feita para receber – e conquistar – todos os tipos de públicos, desde viajantes solitários até grupos familiares curiosos pelo clima de safári, a Cidade do Cabo é multifacetada, e os primeiros minutos em seu entorno podem ser vividos a bordo do Blue Train. Com percurso traçado entre a capital e Pretória, o trem se diferencia pelo luxo que oferece a cada um de seus passageiros, desta forma, a exemplo de um hotel cinco estrelas, o trem sugere mordomo, suítes requintadas que incluem banheiros de mármore e ouro, além de refeições preparadas por chefs exclusivos, acompanhadas dos melhores vinhos da região africana.

O passeio mais luxuoso de Cape Town coloca você próximo a uma das estrelas do turismo local: a Table Mountain. A montanha em formato de mesa, de onde se tem uma das mais incríveis vistas panorâmicas, é um cartão postal natural, e parada obrigatória. Com pouco mais de mil metros de altura e três quilômetros de extensão, a Table Mountain pode ser acessada de bondinho, ou para os mais aventureiros através das trilhas demarcadas. Lá no topo, o turista pode curtir cada minuto da paisagem, almoçar no restaurante e, de preferência, não ir embora antes de conferir o cenário durante o pôr do sol. Certamente, um dos mais belos de sua vida. Bem próximos estão os Doze Apóstolos, parte da formação da Table Mountain, embora conte com 17 picos. Pelo centro de Cape Town, as atividades também são valiosas, já que este é o território para a Catedral de São Jorge, para a Long Street – perfeita para curtir a vida noturna – e o Castelo da Boa Esperança, erguido entre 1666 e 1679, e um dos edifícios mais conservados de todo o país.

No entorno, você tem uma série de opções para aproveitar, caso de Woodstock, o bairro mais queridinho de Cape Town, em virtude da vibração descolada que se encontra em antigas fábricas transformadas em bares, restaurantes e galerias cheios de atitude. Aqui, você chega para ser visto, mas principalmente, para comer bem e fazer excelentes compras. Sob a atmosfera de áreas repaginadas, não há como evitar Victoria e Alfred Waterfront, uma localidade portuária que combina a brisa do mar com inúmeras atrações turísticas, caso dos mercados, shoppings, parques e o próprio porto. São muitas opções para conhecer, contudo, dê prioridade para o shopping Victoria Wharf e para o mercado Food Market. Nesse clima, seguir um pouco adiante até a cidade de Stellenbosch é outro pequeno prazer, uma vez que a região é tomada por algumas das mais incríveis vinícolas africanas. Aqui, estão instaladas mais de 200 vinícolas, o que torna fácil a missão de compreender a fama do vinho sul africano. De proporções bem menores, a cidade de Franschhoek também tem vinhos respeitáveis, enquanto que em Constantia, além da degustação de ótimos vinhos de Cape Town, você também se delicia com uma viagem ao passado na vinícola Groot Constantia, fundada em 1685. E apreciar vinhos de quem está há mais de 300 anos no ramo, é um delicioso privilégio.

Distante do grandes centros, a África do Sul segue surpreendente, e a sua viagem se torna mais emocionante em pontos como a Robben Island, a ilha transformada em presídio e o lugar onde Nelson Mandela cumpriu 18 anos de prisão. Hoje, o turista pode conhecer a ilha e visitar o presídio convertido em museu. Outra sugestão é viajar até o Cabo da Boa Esperança, destacado nas viagens do século 15 de Bartolomeu Dias, e nos dias atuais um destino de belezas desmedidas. Observe os cenários lá do alto do Farol em Cape Point, bem como, não saia da região sem a sua foto na placa do Cabo da Boa Esperança. Em busca de destinos mais selvagens, o viajante tem na Seal Island – Ilha das Focas uma ótima parada. Distante cerca de 20 minutos de Hout Bay, a ilha tem características bem definidas, o que inclui um solo de pedras e um mar de águas claras, e reflete um ambiente ideal para as focas que fazem a alegria das crianças – e dos grandinhos!

Ainda que seja uma experiência mágica, nada se compara ao encontro com o Big Five, as cinco maiores feras da África do Sul: o leão, o leopardo, o elefante, o hipopótamo e o rinoceronte. Existe uma variedade de safáris entre as agências locais da África do Sul, contudo, se você quer curtir o mais famoso deles, a sua escolha é o Kruger National Park, localizado entre Limpopo e Mpumalanga. A aventura começa de madrugada, e a bordo de caminhonetes os viajantes veem o sol surgir ao passo em que conferem animais selvagens em seu habitat natural. E sim, esse encontro é emocionante. Um dos safáris mais próximos de Cape Town é a reserva do Sanbona Wildlife Reserve, com exemplares do Big Five, além de outros mamíferos, répteis e rica flora. Vamos?

css.php